As relações poliamorosas têm ganhado cada vez mais espaço e visibilidade na sociedade atual, talvez como um produto de uma sociedade mais aberta e livre sexualmente, que nos últimos anos consegui normalizar coisas como sexualidade e sex toys.

Esta forma de relacionamento, que envolve a possibilidade de amar e de se relacionar com mais de uma pessoa ao mesmo tempo, pode trazer benefícios e desafios únicos.

Se está interessado em explorar o poliamor em Portugal, este artigo é para si.  Iremos revelar 5 dicas essenciais para poder desfrutar de uma relação poliamorosa saudável e gratificante.

1. Comunicação Aberta e Honesta

A comunicação é a base fundamental para qualquer relacionamento bem-sucedido, as relações poliamorosas não são exceções. É essencial que todos os envolvidos sejam capazes de se expressar abertamente e de compartilhar as suas necessidades, desejos e preocupações.

Mostre-se disponível para ouvir atentamente e respeitar os sentimentos e opiniões dos seus parceiros. A transparência e a honestidade são essenciais para construir uma base sólida e de confiança.

Dicas para uma comunicação efetiva:

  • Agende regularmente momentos para conversar e discutir as questões relacionadas com o poliamor;
  • Utilize “eu” em vez de “você” ao expressar os seus sentimentos, evitando assim qualquer tom acusatório;
  • Procure ouvir atentamente o que os outros têm a dizer;
  • Receba e ofereça feedback construtivo e procure resolver quaisquer conflitos de forma pacífica.

2. Estabeleça acordos e limites

Numa relação poliamorosa, é importante estabelecer acordos e limites claros com todos os envolvidos. Cada pessoa tem as suas próprias necessidades, confortos e limitações e, por isso, é necessário respeitar essas individualidades.

Discutir e definir regras básicas, como o uso de proteção durante as relações sexuais ou a necessidade de informar os demais parceiros sobre novos envolvimentos, ajuda a criar uma atmosfera de confiança e respeito mútuo.

Sugestões para estabelecer acordos e limites:

  • Tenha uma conversa franca sobre as expectativas e necessidades de cada um, de modo a encontrar pontos em comum;
  • Estabeleça regras que sejam justas para todos os envolvidos e que respeitem as suas limitações individuais;
  • Reveja e atualize regularmente os acordos à medida que a relação evolui, assim como as necessidades de todos os envolvidos.

3. Gerir os ciúmes com empatia

O ciúme pode ser um desafio significativo para uma relação poliamorosa, já que o medo de perder a atenção ou o amor de um parceiro é um receio comum. É importante lembrar que o ciúme é um sentimento natural, e que todos têm o direito de experienciá-lo.

No entanto, é crucial aprender a lidar com o ciúme de maneira construtiva e empática.

Dicas para gerir os ciúmes:

  • Reconheça e valide os sentimentos de ciúme, tanto os seus quanto os dos seus parceiros. Entenda que o ciúme é uma resposta emocional normal, mas que não define a validade do seu relacionamento;
  • Fale abertamente sobre o ciúme, compartilhando os sentimentos de forma não acusatória. Isso ajudará a construir empatia e compreensão entre todos;
  • Identifique as causas subjacentes do ciúme e trabalhem nelas juntos. Às vezes, o ciúme pode surgir de inseguranças pessoais ou medos, e é importante abordá-los de forma construtiva;
  • Pratique a compaixão e a solidariedade. Lembre-se de que o poliamor é baseado no respeito e na valorização mútua, e procure entender os sentimentos dos seus parceiros.

4. Aprenda com as experiências de terceiros

Uma boa forma de mergulhar no universo do poliamor é aprender com a experiência de outros poliamoristas. Existem comunidades e grupos de apoio, presenciais e online, onde se pode compartilhar histórias, tirar dúvidas e receber conselhos valiosos de pessoas que já trilharam esse caminho.

Como aprender com a experiência de outros:

  • Participe em fóruns e grupos online dedicados ao poliamor em Portugal. Neles, irá encontrar pessoas com experiências semelhantes;
  • Procure livros, artigos e podcasts sobre o tema, que podem oferecer insights e orientações valiosas;
  • Tente aprender com os erros e sucessos dos outros. Cada experiência é única, mas existem lições universais que podem ser aplicadas ao seu próprio relacionamento poliamoroso.

5. Cultive o amor próprio

Nas relações poliamorosas, é essencial cultivar o amor-próprio. Isso envolve reconhecer as suas próprias necessidades individuais, estabelecer os seus limites, e garantir que se encontra num bom estado emocional, físico e mental, para poder dar um contributo positivo à relação.

Dicas para cultivar o amor próprio:

  • Reserve tempo para si, dedicando-se a atividades que lhe ofereçam prazer e bem-estar;
  • Pratique a auto-reflexão e o autoconhecimento. Esteja em sintonia com as suas emoções, necessidades e limites,
  • Estabeleça limites claros em relação ao seu tempo e energia. Não se esqueça de que é importante cuidar de si para estar presente e saudável nas suas relações,
  • Procure apoio emocional fora do relacionamento poliamoroso, como amigos, familiares ou terapeutas. Ter uma rede de suporte sólida pode ser fundamental para o seu bem-estar.

Amor, comunicação e respeito mútuo são bases para qualquer tipo de relação

O poliamor em Portugal é uma realidade crescente, e embarcar numa relação poliamorosa requer um entendimento profundo, uma comunicação aberta e um compromisso com o crescimento pessoal.

Lembre-se de que o poliamor é uma jornada individual e coletiva, onde o respeito, a compreensão e a confiança são fundamentais. É importante tentar crescer e evoluir com os seus parceiros, enfrentando os desafios de forma construtiva, mas também celebrando as alegrias que essa forma de relacionamento pode trazer.

Mantenha uma mente aberta para que se possa adaptar e crescer ao longo do tempo. Abrace a diversidade de experiências e vivências que o poliamor oferece, e lembre-se de que não há uma fórmula mágica para o sucesso.

Encontre o que funciona para si e para os seus parceiros, e construa uma relação poliamorosa baseada no amor, na comunicação e no respeito mútuo – para que possa também desfrutar ao máximo da sua vida sexual.

Para a procura de produtos direcionada a apimentar a vida sexual, lembre-se que pode sempre contar com os artigos da Vibrolandia.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Seleccione um ponto de entrega

Abrir o chat
1
Em que podemos ajudar?
Scan the code
Olá! Por favor leia as nossas FAQ: https://vibrolandia.com/faq/
Caso a sua questão não tenha sido esclarecida clique no botão abaixo.
Este site contém imagens e conteúdos exclusivamente para adultos. Se você não atingiu a idade de 18 anos ou se este tipo de conteúdo o ofende, não prossiga