O nosso Monthly Mayhem com Pedro Correia, CEO & Senior Partner da empresa portuguesa de retalho Refixe, é tudo sobre vibrações positivas, o que parece adequado ao nosso sector. Ao longo da nossa entrevista, também encontramos astronautas, chefes de cozinha, Parrel Williams e Steve Jobs num papel fundamental.

Com que expectativas começou o novo ano? Sente-se otimista em relação ao futuro?

Pedro Correia: Novo ano, novas vibrações! Só vibrações positivas. Espero um ano cheio de crescimento, inovações e prazer.

Quais eram as suas ambições de infância?

Pedro Correia: Sonhava em ser astronauta, mas agora estou a navegar num espaço diferente.

Como é que entrou na indústria?

Pedro Correia: Entrei no negócio através da minha primeira compra, que inesperadamente se transformou numa oportunidade lucrativa.

Qual foi o maior passo na sua carreira?

Pedro Correia: O maior passo na minha carreira? Dominar a arte de lidar com os desafios da vida.

Onde é que se vê daqui a 10 anos?

Pedro Correia: Espero que ainda esteja no topo, a liderar a inovação do prazer. Quem sabe, talvez até no espaço!

Como imagina o futuro do sector?

Pedro Correia: Brilhante, ousado e cheio de entusiasmo. Um mundo onde o prazer não tem limites.

Qual é a sua ideia de um dia de trabalho perfeito?

Pedro Correia: Um dia cheio de criatividade, risos e clientes felizes. E sim, alguns testes de produtos atrevidos!

Como relaxar depois do trabalho?

Pedro Correia: Um bom livro, um copo de bom vinho e algumas músicas de jazz.

Quem considera o seu modelo a seguir e porquê?

Pedro Correia: Steve Jobs era o mestre da atenção ao cliente! Não se limitava a vender produtos, criava experiências.

Imaginem que lhe pedem para atribuir uma medalha a alguém. Quem é o feliz vencedor?

Pedro Correia: A medalha? A minha mulher, que me atura todos os dias com elegância. Ela é a verdadeira campeã!

De que sucesso pessoal se orgulha?

Pedro Correia: Criar uma empresa sólida e uma família amorosa – a minha dupla história de sucesso

O que é que gosta particularmente em si?

Pedro Correia: Aprecio a minha resiliência e capacidade de transformar desafios em oportunidades.

Que vício nunca perdoaria?

Pedro Correia: A traição – um vício imperdoável. A confiança, uma vez quebrada, é uma ponte demasiado longe para ser reconstruída.

Que canção canta no duche?

Pedro Correia: Vibrações de duche? “Happy” de Pharrell Williams – é o melhor estímulo!

Quem é que nunca gostarias de ver nu?

Pedro Correia: Abraçar todos os corpos, sem julgamentos.

Com quem gostarias de ir ao cinema e que filme verias?

Pedro Correia: Um encontro íntimo no cinema com a minha cara-metade – “Before Sunrise” para um toque romântico.

Tens um mês de férias. Para onde é que iria?

Pedro Correia: Para um paraíso tropical – sol, areia e um cantinho discreto para um pouco de R&R

Que três coisas levaria consigo para uma ilha deserta?

Pedro Correia: Um canivete suíço, um leitor de música movido a energia solar e uma rede de descanso. Pronto para a vida na ilha!

Se pudesses trocar de vida com alguém por um dia, quem seria?

Pedro Correia: Um chef famoso – explorar o prazer na cozinha parece-me uma aventura deliciosa.

Há alguma coisa que nunca mais voltaria a fazer?

Pedro Correia: Não me arrependo de nada, todas as experiências, sejam elas fáceis ou difíceis, moldam quem nos tornamos.

Tem algum bom conselho que queira partilhar com os nossos leitores?

Pedro Correia: Não sejam tímidos – aceitem o prazer, explorem as fantasias e lembrem-se sempre que o consentimento é o derradeiro afrodisíaco. Um brinde a uma vida bem amada!

Ver o resto dos artigos: https://www.ean-online.com/read-online/

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Seleccione um ponto de entrega

Abrir o chat
1
Em que podemos ajudar?
Scan the code
Olá! Por favor leia as nossas FAQ: https://vibrolandia.com/faq/
Caso a sua questão não tenha sido esclarecida clique no botão abaixo.
Este site contém imagens e conteúdos exclusivamente para adultos. Se você não atingiu a idade de 18 anos ou se este tipo de conteúdo o ofende, não prossiga