A ejaculação precoce é o problema sexual masculino mais comum, afetando 20 a 30% dos homens e podendo surgir em toda e qualquer idade.

Pode surgir logo no início da atividade sexual e manifestar-se em todas ou quase todas as relações sexuais – ejaculação precoce primária -, ou pode surgir apenas em determinado período específico da vida sexual do homem, não possuindo aquele qualquer antecedente semelhante.

Além disso, há homens que apenas ejaculam precocemente em determinadas relações sexuais ou com determinadas parceiras, não sendo uma situação tão recorrente, o que deverá ser encarado como uma variação normal do tempo de ejaculação e não como uma patologia a ter em atenção.

O mesmo se diga relativamente às situações em que o homem se sente desiludido com o seu desempenho sexual apesar de apresentar um tempo de ejaculação dito normal.

O que é?

Também designada por ejaculação prematura, corresponde à perda do controle voluntário do reflexo de ejacular, enquanto o homem ejacula após a mínima estimulação sexual, ocorrendo aquela de forma mais rápida ou antecipada do que o mesmo desejaria.

Por vezes, o homem que padece desta patologia pode até ejacular antes sequer de existir penetração sexual ou pouco tempo após o seu início.

Associada a um fenómeno ejaculatório adiantado, a ejaculação precoce distingue-se assim de impotência sexual ou da incapacidade em ejacular.

Quais as causas desta patologia?

A ejaculação precoce pode ter origem em vários fatores. Porém, as causas mais frequentes são:

  • Causas psicológicas: como, por exemplo, doenças como a depressão e os distúrbios de ansiedade, ou condições e comportamentos frequentes de nervosismo e ansiedade de desempenho sexual.
  • Stress, cansaço, esgotamento.
  • Problemas relacionados com a relação do casal.
  • Disfunções sexuais femininas: o homem tende a abreviar a relação sexual e de certo modo, a apressar o seu fim, quando conhece a dor ou o desconforto sentidos pela parceira durante o ato sexual.
  • Suspensão de determinados medicamentos, toma de drogas.
  • Prostatite
  • Hipertiroidismo

Quais os sinais e sintomas?

Estes dependerão da causa subjacente à patologia. Fique a conhecer alguns.

  • Ereções de curta duração ou pouca rigidez.
  • Insónias, mau-humor, stress, cansaço.
  • Perda de peso.
  • Disfunções sexuais da parceira, como a dor durante o ato sexual.
  • Dor pélvica crónica.
  • Infeções urinárias frequentes.
  • Perda do apetite sexual.

Portanto, para saber se tem ejaculação precoce, há que ter em conta a duração do período de tempo entre o início da estimulação do pénis e o momento da ejaculação, verificando se no decorrer desse tempo é capaz de “segurar” ou adiar a ejaculação.

Deve preocupar-se e procurar ajuda quando a sua relação sexual é inferior a três minutos, pois poderá estar afetado por esta patologia.

Existem inclusive alguns testes laboratoriais aptos a estudar a causa subjacente a esta patologia, tais como as análises da testosterona, das hormonas, tiroideias, glicemias, entre outros.

Qual o tratamento?

Após o diagnóstico clínico, o tratamento deve ter em atenção os aspetos específicos do paciente e do contexto da sua vida, pois esta é uma avaliação que tem de ser feita caso a caso, de modo a optar pelo tratamento medicamentoso ou terapêutico.

  • Tratamento terapêutico: através da terapia de modificação de comportamento, o especialista pode ajudar o homem a superar esta patologia, fornecendo-lhe tranquilidade, enquanto lhe explica as causas associadas e o modo de superação daquelas, aconselhando-o com estratégias para retardar a ejaculação.
  • Tratamento medicamentoso.
  • Tratamentos locais: por exemplo, com a aplicação de um anestésico no pénis ou com o uso de preservativo, de modo a diminuir as sensações e assim poder retardar a ejaculação.
  • Sem esquecer que quando a patologia é causada por problemas psicológicos, importa haver acompanhamento nesse sentido.

Como retardar a ejaculação?

Conheça duas técnicas para retardar esse momento:

  • Técnica start-stop: consiste em interromper a estimulação de modo que o homem consiga aprender a identificar as sensações e a controlá-las, prologando a duração do tempo que decorre entre o seu início e a ejaculação.
  • Técnica da compressão: consiste em, no momento em que está prestes a ejacular, apertar por uns segundos o pénis, evitando a ejaculação e diminuindo a força da ereção.

Se identificou algum sinal, não se envergonhe, procure a ajuda de um especialista para poder obter o tratamento mais adequado para si.

Drageias ou spray com efeito retardante ajudam a ter mais controlo e a retardar a ejaculação.

Na vibrolandia além de encontrar uma grande variedade de produtos tópicos que ajudam a evitar a ejaculação precoce, tem à sua escolha kits de aneis penianos que o podem ajudar a prolongar o prazer.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Seleccione um ponto de entrega

Abrir o chat
1
Em que podemos ajudar?
Scan the code
Olá! Por favor leia as nossas FAQ: https://vibrolandia.com/faq/
Caso a sua questão não tenha sido esclarecida clique no botão abaixo.
Este site contém imagens e conteúdos exclusivamente para adultos. Se você não atingiu a idade de 18 anos ou se este tipo de conteúdo o ofende, não prossiga